O que mudou?

“Quando uma mulher muda o cabelo, ela pretende mudar de vida.” Coco Channel

.
.
.

Temos momentos na vida que pedem por mudanças: mudança de valores, de gostos, de estilo, de ambiente, enfim… E tais mudanças acontecem de “n” formas diferentes.

Eu, particularmente, não sou muito fã desses reajustes, acho difícil me acostumar com algo novo depois de viver tanto tempo na mesmice. Mas quando resolvo mudar, é porque algo realmente precisa ser analisado.

Já mudei de casa, de escola, de colegas (pois amigos são pra sempre, certo?), de guarda-roupa, de hábitos… mas confesso que nada me empolga e me assusta mais que uma mudança de visual, principalmente quando se trata de madeixas.

Eu cultivo com meu cabelo uma relação mais ou menos parecida com a que Sansão cultivava com o dele: qualquer ação ou movimento errôneo destinado a mi pelo me enfraquece! Não gosto que toquem, tenho receio da ideia de perder alguns centímetros dele e, por mais que desagrade uns ou outros, ele é meu!

Aí quem me conhece há um certo tempo pensa: “Mas Raíssa, nos últimos três anos você mudou seu cabelo, pelo menos, umas duas vezes!”. Pois então, algo aconteceu nesses três anos que pedia mudanças drásticas e, por mais que pareça fútil, eu relaciono mudanças drásticas com a aparência dos meu cachos.

Então, esses dias resolvi refletir sobre o andamento de 2011 e cheguei à conclusão de que TUDO mudou! Uma vida virou de cabeça pra baixo e eu me adaptei. Por que não me adaptar com mais uma novidade, né?

Primavera-Verão 2011 😉

Com só algumas horas de look novo, ouvi coisas como:

“Quando uma mulher muda de cabelo, ela também mudou de amor.”

“O cabelo é a primeira coisa que se muda antes de mudar a vida.”

“Quando a mudança é tão grande e repentina, algo grave aconteceu.”

“Isso é falta de auto aceitação.”

e, a mais plausível até agora, vinda do meu cabelereiro: “você ainda vai se arrepender e me ligar chorando ou xingando!”

Pode ser que tudo isso seja verdade, como também pode ser pura viagem…quem vai saber?

A minha versão é a seguinte: eu mudei. E tenho mudado há 18 anos. Mas ainda há aqueles que insistem em me enxergar com os mesmos olhos de quando me conheceram…não que eu me importe, pois em alguns casos, isso pode até ser bom.
Eu só acho que certas transformações devem começar de fora pra dentro. E já era hora! 🙂

Um viva à todos aqueles que gostam, desgostam, têm medo, vontade ou mal sabem o que é mudar.
Sortudos aqueles que se contentam com o que são e como estão; sortudos também aqueles que admitem e aceitam novos desafios…

Nesse meu primeiro dia de ex-Sansão, eu recomendo: mude! Mude de aparência, mude os móveis de lugar, mude sua timidez, mude sua ousadia, mude seu estado civil, mude de ambiente…Simplesmente mude e seja feliz!
Aceite que o tempo não para, por quê você deveria permanecer o mesmo?

Beijos e até:*
@raissapalma

Anúncios

2 opiniões sobre “O que mudou?

  1. Raíssa, lindíssimo o blog e muito (muito mesmo) bons os textos até então 🙂 Admirável a tua… (exitei ao escolher a palavra) o teu.. (vejam só, até o gênero já mudou!) o teu entreguismo! (baaah… mas com tanto tempo para escolher e você me vem com “entreguismo”?!) Certeza que está linda 🙂 Que o “unabitudine” dure o tempo que tiver que durar 😉 – Nico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s