“…com quem se vive”


E quando eu menos espero, tenho a chance de dizer “Ah, eu sempre te avisei. Você não me ouviu porque não quis!”
Então, surpreendentemente, eu tenho a absoluta certeza que confiar 100% nas emoções só dá merda, mas que nem sempre isso vai necessariamente ME abalar.

Pra falar a verdade, eu tô melhor que nunca. Mais segura impossível. Poucas vezes tive tanta certeza que o que eu faço é o certo!
Se dependêssemos dos outros…Ah, os outros!Lembre-me de agradecer todos os outros que colocaram caraminholas na minha cabeça. Estavam todos certos!
Há uma linha muito tênue entre o que as pessoas comentam e o que tomamos por verdade.
E quer saber qual é minha verdade? Eu tô adorando tudo isso!
Tô amando ser a causadora de todos os seus problemas e, ao mesmo tempo, aquela que consegue te arrancar um pouco dessa realidade que tanto te preocupa.
Novidade pra mim é viver o outro lado da história. Aí quando bate o desespero, transformo suas palavras num mantra: “Não é o que se vive, mas com quem se vive.”

Aos poucos eu vou aprendendo, me acostumando, mas necessito da promessa que meu mentor será você, sempre você!

PS: Perdoe-me pela confusão das palavras, espero que entenda e que as guarde com carinho. Com o mesmo carinho que aprendi a guardá-lo em meu coração.

Anúncios

3 opiniões sobre ““…com quem se vive”

  1. Caramba! Adorei a confusão que suas palavras me causou! aHuahuHAUhauH
    BRINKS! muito boa a forma como você escreve pura e simplesmente indireta! ;] Espero que a pessoa saiba que ela é a sua mentora e que carrega um grande fardo, acredito eu! Resumindo, AMEI! ;]


  2. Acho que eu faço parte dos que colocaram caraminholas na sua cabeça, mas pra mim essas “caraminholas” são verdades que não conseguimos enxergar sozinhos, verdades que esitamos até mesmo em pensar, experiência própria, e quer saber, você sempre colocou “caraminholas” na minha também.
    Acho que essa é uma das características de amigo, enxergar além do que nós podemos ver, seja em qualquer âmbito, quando guardamos alguém em nosso coração, quando queremos desocupá-lo ou até mesmo quando um amigo resolve mudar pra o “andar do amor”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s