‘High and dry’

Eram duas almas perturbadas e perdidas no meio de um mar de outras almas. Aparentavam estar longe do fim do túnel ou sequer da luz que há nele.

A solidão se esvaiu rapidamente quando os dois olhares se cruzaram. Confusos, atordoados, destrambelhados. Ambos mal sabiam compreender o que se passava dentro de suas respectivas mentes aturdidas, mas reconheciam com clareza a verdade existente no coração um do outro.

Ela, corajosa, foi em busca daquele olhar vago. Sabia que, mesmo por pouco tempo, seria o motivo para ele querer se prender.

Ele, satisfeito, surpreendeu-se com tamanha audácia daquela que lhe dirigia diversas perguntas, no entanto agradeceu toda e qualquer divindade por permitir que tal beldade tivesse cruzado seu caminho.

Da forma mais pura e inocente, foram transpondo seus destinos e redescobrindo motivos para seguir em frente. Ele a encantara com seu sorriso incoerente. Ela não disfarçara nenhuma piscadela apaixonada.

Por alguns instantes, a mesma multidão que parecia sufocá-los anteriormente, havia se tornado palco para a mais bela encenação de descoberta: haviam se encontrado um no outro!

E tão rapidamente se desvencilharam quanto se uniram. Os dedos que ele fizera questão de entrelaçar num sinal de carinho, soltaram-se com o mesmo pesar dos grandes amores que são impedidos de compartilhar uma eternidade. Um beijo que durara exatamente 13 segundos encerrava a temporada do “para sempre” e a única perpetuidade com a qual teriam que se acostumar seria a de viver sem o outro. E enfim, a despedida. O adeus mais significativo que qualquer um dos dois poderia ter dito. Talvez o adeus mais verdadeiro, o único que não se quebraria jamais.

Seus corpos praticamente de arrastaram para longe um do outro. Um último olhar. Um último sorriso entristecido. Um pensamento que perpetuará por longas noites confusas em meio à multidões atordoadas: “Espero que lembre de mim por todo o sempre, pois eu ainda lembro!”

Anúncios

5 opiniões sobre “‘High and dry’

  1. Ai que lindo….
    Adoro quando seus textos são românticos, haha
    Eles me despertam uma curiosidade imensa, e sabe acho que esse é real, talvez porque eu quase senti você desabafando, porque eu quase ouvi um suspiro que revela que foi bom e ao mesmo tempo triste por ter acabado, porque eu quase consigo ver você apaixonada, talvez, mas só talvez 😉

    P.S: Existe uns brilhinhos nessa tela ou é impressão minha?!

    • Vou poupar os outros da resposta sobre sua sensação em relação ao texto e responderei só a pergunta sobre os brilhinhos: SÃO FLOCOS DE NEVE, MINA! Mucho lókis 😉 hahahahahahaha

      Ps: a outra resposta eu falo pessoalmente, pode ser? =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s