Ondinhas, sambódromo e lucro

Estava aqui pensando com meus botões na quantidade de tempo que economizei ao não fazer planos para o ano que se aproxima. Fiz isso reveillón passado, mas nem pensei antecipadamente, decidi na última hora mesmo.

Todo mundo correu pro mar pra pular ondinha e (claro!) eu que não ia ficar de fora da festa. Até que me deparei com a iminente chegada daquela pseudo-onda, mais parecida com um salpico d’água de iodo e…EU NÃO TINHA IDEIA DO PEDIDO QUE FARIA!

Daí, idiota ou não, meu pedido foi não fazer nenhum pedido pra evitar quaisquer decepções. Deu certo. Isso eu agarantio!

Mas se eu fizer a mesma coisa no próximo sábado, vulgo dia trinta-e-um-do-doze, estarei assinando um contrato com o destino no qual deixo claro meu anseio de ter um 2012 exatamente igual a 2011. Mas nossa, não quero não!

2011 foi ó-t-i-m-o, não posso negar. Mas já era né? Quero partir pro p-u-t-a-q-u-e-p-a-r-i-u-f-o-i-o-a-n-o-d-a-m-i-n-h-a-v-i-d-a!

Estive na esperança de me desvencilhar da preguiça, mas percebo que ela vai permanecer aqui ao meu lado, impedindo que eu elabore um número total de zero planos para o futuro. Não obstante, resolvi que vou teimar e evitar os desejos na virada do ano. Com ou sem pseudo-ondinha. O que vier é lucro e tudo que eu peço é que alguém pule na piscina comigo ainda durante os fogos. Só isso. Esse é meu único plano!

Apesar que, se bem me conheço, daqui alguns minutos já estarei esboçando no papel quantos quilos devo perder no ano que antecede ao fim do ciclo Maia; qual será o momento mais propício para desistir e me dar conta que eu não sei fazer regimes; quantas horas seguidas irei permanecer acordada só pra ver a escola de meu coração adentrar no sambódromo; que ovo de páscoa vou comprar para mim mesma; se finalmente me tornarei uma pessoa sentimental ou me conservarei solteira e livre pra voar (?) e todos aqueles planos que no final das contas não são dignos de se planejar.

Vou me preocupar com os itens que levarei na minha mala rumo ao fim de um ano memorável e com o horário de partida do ônibus, isso é suficiente. Do resto eu me livro e deixo nas mãos de ninguém, somente do Sr. Destino. Se 2012 em si vier, é lucro e ponto final!

Anúncios

2 opiniões sobre “Ondinhas, sambódromo e lucro

  1. Ao contrário de você Ami
    Eu fiz meus planos, mas agora na hora de arrumar a mala, resolvi que vou deixá-los de fora, em vez disso vou levar um pouco de surpresa e um pouco de esperança, da última vez que levei planos, eu trouxe frustração.É por isso que por enquanto ainda não coloquei os planos na mala pra 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s