E a vida vai tecendo laços,

Quase impossíveis de romper.

Tudo o que amamos são pedaços

vivos de nosso próprio ser.

A vida assim nos afeiçoa,

Prende. Antes que fosse toda fel!

Que ao mostrar às vezes boa,

Ela requinta em ser cruel…

(Manuel Bandeira)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s