Cor sim, cor não

Saí de casa vestida de mim mesma. Assimétrica, estampada, dividida, colorida. Tentando ser algo que foge do puro, do reto, do usual. Virei confronto de duas cores, duas coisas. Confrontos de dois eu’s. Não que eu queira exalar transgressão ou rebeldia. Simplesmente não quis andar pelo mundo homogênea, igual. Se for pra ser comparada, que seja com mais de uma coisa ou mais de um alguém. Hoje sou branco e preto, rosa e verde, horizontal e diagonal. Hoje e todos os outros dias. E ainda me perguntam por que eu gosto tanto de listras…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s