‘Essas mina’ bem resolvidas

São só setes horas da noite e eu considero o boteco da esquina o lugar mais suportável pra gastar o resto do meu dia. Claro que o combinado era se encontrar lá, mas vou com o pensamento de que estar em casa de pijama é o melhor programa pra se fazer numa quinta-feira a noite.

Ele tem só vinte e dois anos e se acha o cara mais realizado da face da terra. Teve duas namoradas e meia e acha que pode me dar lição de amor. Tolinho… Dizia que não nascera pra ser mandado por ninguém além da mãe, que cozinhava pra si só, que as noites de sexta só acabavam nas manhãs de segunda, e eu tinha certeza que mais da metade era balela. Falava que “sei lá, acho que você precisa de mais preocupação pra sua cabeça pra entender como é ser adulto de verdade” e eu me esforçava horrores pra lembrar do palavrão mais feio que já ouvi pra poder gritar na cara dele. Em vez disso, colocava minha boca no copo e fingia beber as gotas do suco que já tinha acabado há uns dez minutos.

Ouvi todos os quase problemas de um playboy-filhinho-de-papai esperando ganhar meu diploma de terapeuta, mas só perdi minha paciência.

Ele deve ter falado umas três horas e meia.

Ok, talvez bem menos, levando em conta que quarenta minutos depois eu já estava realizada vestindo meu pijama em casa, mas pareceram três horas eternas e meia. Até que fui intimada a falar também, apesar de ainda nem ter pensado naquele palavrão difícil que fugiu da minha mente. Ele perguntou o que eu fazia e eu disse que, ah, sei lá, eu tento escrever. – Como assim tenta escrever? Aí expliquei que fazia faculdade disso e tal, mas não adiantava ele se interessar demais porque eu não era burra o suficiente pra aceitar a carona de volta que ele me ofereceria em poucos minutos. Aí ele disse que achava “muito top aqueles texto loco (sic) da Tati Bernardi no facebook” e que ele até curtia “essas mina” bem resolvidas.

Arranjei uma ofensa qualquer e despejei na mesa junto com a minha parte da conta poucos segundos e propostas depois. E ele nunca mais me ligou… Será que descobriu que também não gosto de Paulo Coelho?

Anúncios

2 opiniões sobre “‘Essas mina’ bem resolvidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s