Pra que tudo isso, meu bem?

Quem me vê até pensa que eu virei 100% você nos últimos dias. É capaz de me encontrarem na fila do supermercado e acreditarem fielmente que há uns bons dias eu tô tentando reconstruir todos, todos, todos os nossos diálogos pra ficar sorrindo sozinha por aí. Quem me conhece bem, com certeza não verá só coincidência no meu mais novo vício por aquela música daquela bandinha britânica, aquela mesmo que fala sobre mim quando estou com você. Os mais exagerados devem estar imaginando que eu já me preparei pra falar com seus amigos e comentar aquela piada que eu sei que a turma toda faz quando estou longe. E até parece que eu até falei o número do meu dedo anelar pra minha melhor amiga, caso, bem por acaso, você queira se preparar pra falar com ela também. Eu nem tô vendo o seu vídeo pelo trigésima quarta vez, não. Muito menos me indagando por que raios eu não valorizei a sua voz rouca quando eu a tinha bem pertinho dos meus ouvidos. Quem me vê pode pensar tudo isso aí e eu só fico esperando pra chegar pra qualquer um a qualquer momento e dizer “Pra que pensar tudo isso, meu bem? Pode ter certeza!

“Looks are deceiving making me believe in those tiresome paper dreams…”

 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s