Eu não te quero mais

Não te quis naquela manhã em que acordei e pensei no meu atraso, no meu sono, na roupa que escolheria para o trabalho, no café da manhã mais rápido que eu poderia preparar, no projeto da faculdade, nos presentes de Natal da minha família e, só então, em você.

Nem naquela tarde depois do almoço que já passava da hora de desejar bom dia, que nossa música tocando no alto-falante do supermercado não fazia sentido, que sua foto no celular era apenas parte da rotina de ter que encará-la vez em quando.

Não te quis naquela noite que parecia finita, sem você. Naquele dia sem planos pra mais tarde, pro fim de semana e pro futuro.

Então eu acordei e te vi. Te achei por perto e me encontrei aconchegada em abraços e carinhos sonolentos. Soube que aquilo era maior que qualquer sonho ruim. Soube que, por ora, manhãs, tardes e noites eram sonhos por si só.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s